19 de março de 2018 | Minha Casa Minha Vida

Composição de renda com os familiares facilita a compra da casa própria.

A solução para você conseguir sair do aluguel pode ser a composição de renda.

Em se tratando de financiamento imobiliário, os bancos normalmente aceitam a composição de renda do casal. Os demais tipos de renda combinada: como união estável, noivos, pais e filhos, irmãos, dependem da consulta junto ao banco, pois varia muito a aceitação de uma instituição financeira para outra. Em muitos casos, a aceitação, se ocorrer, virá acompanhada de solicitação de documentação complementar.

Alguns bancos limitam o número de participantes na composição de renda a três pessoas, que podem ser: marido e mulher; parceiros em uma união estável; noivos; união homoafetiva; pais; filhos ou parentes e, em alguns casos, até amigos que comprovem renda e que não tenham restrições financeiras. No caso de um dos candidatos ter problema de restrição cadastral, com certeza o crédito não será aprovado, mesmo para débitos (ou pendências) antigos ou de pequeno valor.

A participação do cônjuge no financiamento é obrigatória, ainda que ele não componha renda, a não ser que estejam casados em regime de separação de bens.

No financiamento imobiliário, a Caixa Econômica Federal costuma permitir composição de renda com qualquer pessoa: familiares, amigos, cônjuges, sem limitação de participantes, desde que não haja restrições cadastrais com os candidatos ao financiamento.

 

Como funciona a renda combinada no Minha Casa Minha Vida?

Para conseguir entrar em uma das faixas contempladas no Programa Minha Casa Minha Vida, é possível juntar a sua renda com mais 2 pessoas da família, em alguns casos, até mesmo amigos. Cada um terá que comprovar a renda e apresentar toda documentação exigida para compra do imóvel em que pretendem morar. É ainda possível usar o FGTS de cada um dos componentes que participarão da composição de renda, facilitando ainda mais a conquista da casa própria. Os benefícios não param por aí. O governo oferece subsídios maiores para compradores que compõem renda, fazendo com que a entrada diminua e, consequentemente, o saldo total do financiamento.

É considerado a renda familiar mensal bruta, ou seja, a soma da renda bruta comprovada, formal ou informal, de todas as pessoas de sua família.

Por exemplo: se considerarmos uma mulher que tem emprego com renda bruta de R$ 700 (com carteira assinada). Além disso, ela vende produtos de beleza, com um lucro mensal de R$ 200. E o marido autônomo deposita R$ 1.000,00 por mês na conta-corrente dele. A renda total da família a ser considerada pelo banco na hora do financiamento será o somatório: R$ 700 + R$ 200 + R$ 1.000 = R$ 1.900,00.

A composição de renda no Programa Minha Casa Minha Vida afeta diretamente no valor do subsídio a ser recebido. Essa regra vale quando a renda familiar mensal bruta estiver enquadrada até a faixa 2. Veja as situações possíveis:

Quando se tratar de família unipessoal (composta de uma pessoa sem dependente), o valor do subsídio é de 70% do valor total.

Quando houver mais de um participante no financiamento, o valor do subsídio será de 100%. Quando houver um participante no financiamento, porém, houver comprovação de dependente, o valor do subsídio será de 100%.

É importante lembrar que dependente é quem depende financeiramente (filho, deficiente, idoso), desde que não tenha renda. Se possuir renda, este deverá compor o financiamento.

 

Agora que você já sabe como combinar renda para conseguir comprar a sua casa, baixe o ebook Como comprar seu apartamento através do Minha Casa Minha Vida para ter todas as informações sobre como aproveitar todos os benefícios do programa.

admin

12 de setembro de 2021 | Dicas de Compra

Conceito ESG

Uma prática EPH

Todo começo de mês traz suas reflexões: quanto você planejou e quanto ainda  vai executar nos próximos 4 meses que encerram o ano? Para nós, planejamento é algo que precisa sair do papel. O conceito ESG, por exemplo, tem ganhado destaque nos últimos anos e tem engajado empresas. ESG é um conjunto de padrões e boas práticas que visa definir se a operação de uma empresa é socialmente consciente. Isso porque construímos hoje o futuro que deixaremos para nossos filhos amanhã. Ter consciência é o primeiro passo, implementar ações por um mundo sustentável é imediato para nós. 

A EPH busca construir empreendimentos mais eficientes, confortáveis e com menor impacto ambiental – que são as consequências naturais da aplicação da metodologia BIM.

BIM é uma ferramenta feita para olhar para além da modelagem 3D em um projeto, com ela temos um enorme potencial para se obter vantagens em termos de sustentabilidade, porque entre outras coisas ela minimiza o desperdício de materiais e resíduos desnecessários. 

A #EPH tem orgulho em construir hoje o seu amanhã.

 

Ler mais navigate_next

24 de agosto de 2021 | Dicas de Compra

EPHDECORA: Vasos suspensos

Chega de furos no teto e paredes

Se você é da turma que se tornou o que mais temia: “um apreciador de plantas” esse post é pra você.

Além de decorar o ambiente, elas têm o poder de renovar as energias da casa. Deixar tudo mais bonito é só uma consequência. 

Porém, quem mora em apartamento sabe que às vezes é difícil encontrar lugar para elas e os furos nas paredes e no teto também podem ser um problema. Por isso, o #EPHDECORA de hoje preparou uma galeria com 7 dicas e idéias em vasos suspensos para garantir que você decore a sua casa sem dificuldades. Confira!

 

Ler mais navigate_next

22 de julho de 2021 | Dicas de Compra

EPH Decora: Cozinha Pequena

É um problema? Claro que não e temos a solução.

Seu sonho não termina na conquista da casa própria, nesse momento ele está começando, e a #EPHDECORA te ajuda com dicas de decoração úteis e práticas para te ajudar. Você sabia que escolher bem os móveis e os objetos que compõem o lar é fundamental para o bem-estar da sua família? Decorar uma cozinha, especialmente as pequenas, é um desafio.

Afinal, o ambiente possui eletrodomésticos que por si só ocupam bastante espaço. Além disso, o cômodo necessita ser muito bem aproveitado, senão fatalmente você sentirá falta de espaço.

A boa notícia é que, com alguns truques simples, é possível ter uma cozinha pequena bonita, organizada e aconchegante. Para isso, é essencial utilizar o espaço como um todo — incluindo o teto.

Se não sabe por onde começar, fique tranquilo! Confira as dicas que a #EPHDECORA preparou pra você. 

 

Ler mais navigate_next