12 de abril de 2018 | Documentação

Autônomo: Como comprovar renda?

Difícil se imaginar ainda pagando aluguel nos próximos 20 ou 30 anos? Esta perspectiva de um futuro não é nada segura ou confortável.

Entretanto, a realidade muda de figura quando o valor investido é para a casa própria. Mais do que sonho, ela é promessa de estabilidade, segurança e até retorno do dinheiro investido, em caso de uma futura venda. Hoje, uma das formas mais fáceis de ter um chão para chamar de seu é através do financiamento imobiliário. Mas como comprovar renda sendo autônomo?

 

Financiamento barato atrai milhares de brasileiros – inclusive autônomos

No Brasil, a maioria da população não tem como arcar com os altos valores dos imóveis à vista. Mesmo os financiamentos, a forma mais fácil de conseguir a casa própria, muitas vezes, têm juros e correções tão altas que comprometem o orçamento.

Não é o caso, no entanto, do Minha Casa Minha Vida. Lançado pelo governo federal em 2009, o programa tem juros muito abaixo do mercado. Além disso, oferece subsídios que facilitam ainda mais o pagamento das parcelas em até 30 anos.

Por tudo isso, o Minha Casa Minha Vida tem sido a solução imobiliária para milhares de brasileiros. Para se ter uma ideia, o governo federal já anunciou a construção de 650 mil unidades habitacionais em todo o país em 2018.

Se engana quem pensa que o programa conta apenas com unidades padronizadas. Muito pelo contrário. A parceria com construtoras e incorporadoras tem dado origem a projetos diferenciados em todo o país.

No entanto, a verdade é que muitos dos potenciais candidatos ao programa não têm contrato formal de trabalho. Então como fazer se o princípio básico de qualquer financiamento é a comprovação da capacidade de pagamento? O autônomo não pode usufruir das facilidades do Programa Minha Casa Minha Vida? Como comprovar renda quando se é autônomo?

 

Veja como comprovar renda quando se é autônomo

Não é preciso desanimar diante do que, a princípio, parece uma dificuldade limitadora. O autônomo também tem como comprovar renda e usufruir do Minha Casa Minha Vida ou de qualquer outra forma de financiamento imobiliário.

Na verdade, há várias formas de como comprovar renda sem ter um holerite, o tradicional contracheque do vínculo empregatício. Veja algumas delas.

 

Movimentação da conta bancária pode ser usada para comprovar renda

O extrato de movimentação da sua conta pode ser usado para comprovar que você realmente recebe o que declarou. Só que, neste caso, o prazo mínimo de praxe exigido pela instituição financeira é de seis meses de movimentação.

Se você possui mais de uma fonte de renda, a dica aqui é planejamento. Você pode, por exemplo, depositar em uma conta bancária todo o dinheiro que você ganha de uma das fontes e aguardar seis meses para usá-la como comprovação de renda.

Vale aqui, outra dica. A conta-corrente não precisa, necessariamente, ser do mesmo banco que você pretende pedir o financiamento – como a Caixa, por exemplo. Mas se for, você acaba se tornando mais simpático à análise de crédito. Neste caso, abrir uma conta extra pode ser um bom investimento.

 

Organize sua documentação

Pode ser que apenas os extratos não sejam suficientes para fazer a comprovação. Mas você tem como comprovar renda através de outros documentos, como a declaração do Imposto de Renda. Com validade de 1 ano, o documento informa tudo o que foi recebido e gasto pelo declarante no ano anterior.

No entanto, há instituições financeiras que podem considerar as informações desatualizadas. A dica é manter tudo referente aos seus gastos muito bem organizado. Os extratos, por exemplo, podem servir de suporte para a declaração do IR.

 

Formalize seu negócio para ter como comprovar renda mais facilmente

Uma das melhores saídas para ter como comprovar renda ainda mais facilmente é o autônomo formalizar o seu negócio. Você pode se enquadrar como MEI – Microempreendedor Individual, por exemplo. É rápido, sem burocracia e carga tributária muito baixa por ser isento dos impostos federais.

Você paga apenas uma taxa mensal única e tem direito ao INSS (auxílio-maternidade, auxílio-doença e aposentadoria, etc.). Seus ganhos, no entanto, precisam ser de até R$ 81 mil anuais. Se os seus ganhos estiverem acima disso, você passa para outra faixa, como pequeno empresário ou empresário, com cargas tributárias diferentes.

 

Como comprovar renda através da DECORE

A DECORE é a Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos, um documento de comprovação de renda para autônomos (taxistas, vendedores autônomos, pedreiros, caminhoneiros, etc.), profissionais liberais (advogados, médicos, dentistas, corretores, terapeutas, etc.) e também para quem é MEI e pequeno empresário. Para empresários e microempresários, a DECORE comprova o valor de retirada do pró-labore.

Criada pelo Conselho Federal de Contabilidade, desde 2000, a DECORE é o único documento oficialmente aceito para a comprovação de renda de autônomos, profissionais liberais e empresários.

No entanto, ela só pode ser emitida por profissionais de contabilidade devidamente habilitados e só tem validade com o selo de Declaração de Habilitação Profissional (DHP) afixado ou impresso em seu teor.

Agora que você já sabe como comprovar renda sendo autônomo, já pode comprar sua casa própria financiada.

Aproveite para saber mais sobre o Programa MCMV. Baixe gratuitamente nosso ebook “Minha Casa Minha Vida 2018: conheça as novas regras e como se inscrever no programa do governo federal!” e invista na segurança do seu futuro.

admin

22 de julho de 2021 | Dicas de Compra

EPH Decora: Cozinha Pequena

É um problema? Claro que não e temos a solução.

Seu sonho não termina na conquista da casa própria, nesse momento ele está começando, e a #EPHDECORA te ajuda com dicas de decoração úteis e práticas para te ajudar. Você sabia que escolher bem os móveis e os objetos que compõem o lar é fundamental para o bem-estar da sua família? Decorar uma cozinha, especialmente as pequenas, é um desafio.

Afinal, o ambiente possui eletrodomésticos que por si só ocupam bastante espaço. Além disso, o cômodo necessita ser muito bem aproveitado, senão fatalmente você sentirá falta de espaço.

A boa notícia é que, com alguns truques simples, é possível ter uma cozinha pequena bonita, organizada e aconchegante. Para isso, é essencial utilizar o espaço como um todo — incluindo o teto.

Se não sabe por onde começar, fique tranquilo! Confira as dicas que a #EPHDECORA preparou pra você. 

 

Ler mais navigate_next

15 de julho de 2021 | Dicas de Compra

CAIXA poderá financiar 100% dos imóveis

Se você é policial ou bombeiro esse post é pra você!

Notícia boa para começar o dia: CAIXA poderá financiar 100% dos imóveis para policiais e bombeiros. Chamado de “Habite Seguro” programa deve dar R$13 mil de subsídio para profissionais da segurança comprarem imóvel. 

Mas afinal, o que se sabe até agora sobre o financiamento imobiliário para policiais e bombeiros?

Terão direito ao benefício profissionais da área de segurança que ganham até R $7 mil, considerando policiais militares, civis, bombeiros, polícia técnico científica e policiais penais de todo o país. Detalhe: pensionistas também poderão ser beneficiados. 

O novo programa vai oferecer subsídio de R$ 13 mil, dos quais R$ 10 mil serão destinados para pagar entrada no financiamento e R$ 3 mil para despesas com cartório. O restante do valor do imóvel poderá ser 100% financiado pela Caixa. 

A medida ainda está em fase de negociação entre os Ministérios da Justiça, da Economia e a Caixa Econômica Federal. Vamos aguardar e informá-los sobre cenas dos próximos capítulos.

Ler mais navigate_next

27 de maio de 2021 | Dicas de Compra

Composição de Renda, entenda!

De uma vez por todas, tudo o que você precisava saber.

Composição de renda, você já ouviu este termo? O que de fato é, e como funciona a composição de renda?

A composição de renda é que a soma de uma ou mais rendas para viabilizar a parcela/financiamento, do seu primeiro imóvel dos sonhos – por exemplo!

É muito comum escutarmos falar sobre a renda familiar, porém, esta não é a sua única e exclusiva opção. Mas precisa ser parente? Casado? Ter algum vínculo legal com uma pessoa para compor a renda com ela? Essa é a notícia que vai mudar sua vida: não.

Você não precisa de nenhum documento oficial, você pode compor renda um amigo, vizinho, namorado qualquer pessoa, que ao compor a renda contigo também será dono do imóvel com você, ou seja, um sócio.

E quer mais uma informação importante? Não há limite de pessoas, podem entrar na composição de renda, quantas pessoas você quiser ou quantas forem necessárias. 

Você já pode começar a sonhar com seu imóvel e escolher seus “sócios”. Fale conosco agora mesmo!

Ler mais navigate_next