19 de março de 2018 | Documentação

As primeiras taxas imobiliárias no processo de compra do imóvel.

Saiba o que você terá que pagar de taxas imobiliárias quando iniciar o processo de compra do seu imóvel.

Quando compramos um imóvel, além do valor do bem, existem outros gastos relacionados a questões legais que são indispensáveis, por isso eles precisam ser calculados ainda quando se está planejando a compra, para não ser pego de surpresa.

Não existe uma regra geral com relação aos custos extras envolvendo a compra de um imóvel, existem alguns impostos fixos, mas os valores mudam de acordo com o tipo de imóvel, banco, valor e forma de pagamento.

Vale a pena separar algo em torno de 5% a 8% do valor do imóvel para as taxas imobiliárias e documentos. Estes gastos dizem respeito às taxas de registro em cartório, transferência, vistoria e custos de mudança.

 

Se você está planejando comprar um imóvel e deseja saber mais sobre taxas imobiliárias, tenha em mente que vai precisar destes documentos:

  • Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI)

O Imposto sobre Transmissão de Bens e Imóveis (ITBI) é uma das taxas imobiliárias que é cobrada pela prefeitura quando alguém realiza a compra de um imóvel. O valor do imposto custa em torno de 3% do valor do imóvel, mas a taxa pode ser menor quando os imóveis custam menos.

Nas transações à vista, o ITBI equivale a 3% sobre o valor de negócio. Já para imóveis financiados que custam até R$ 750.000,00, o ITBI é cobrado de forma diferente, saindo mais barato. É aplicada uma alíquota de 0,5 sobre o valor financiado, até o limite de R$ 73.256,87

O pagamento do Imposto sobre Transmissão de Bens e Imóveis deve ser feito antes da lavratura da escritura, pois o tabelião deverá conferir se o pagamento foi feito antes de iniciar o procedimento para gerar a escritura.

  • Escritura pública

A escritura pública é um documento necessário apenas para os que realizam compra à vista, pois em casos de financiamento, o contrato que o cliente estabelece com o banco já funciona como uma escritura. O valor da escritura também vai depender do estado no qual está localizado o imóvel.

  • Registro do imóvel

Emitido pelo cartório, é o registro que comprova quem é o dono do imóvel. O valor do documento depende da composição de várias outras taxas que são baseadas nos impostos estaduais, considerando, claro, o valor do imóvel. No estado de São Paulo, por exemplo um imóvel que foi comprado por R$ 150 mil, o registro custa cerca de R$ 2.8000.

 

Para economizar, fique de olho nesta dica importante:

Em muitos estados, se a pessoa estiver comprando um imóvel pela primeira vez no Sistema Financeiro de Habitação (SFH) é possível conseguir um desconto de até 50% no valor do registro e da escritura. Embora seja lei, o novo proprietário deve fazer a solicitação do desconto, para isso é necessário levar ao cartório uma declaração que comprove que o imóvel em questão é a sua primeira aquisição.

  • Vistoria do Imóvel

Quem está comprado um imóvel financiado deve ainda pagar pela vistoria do imóvel, que é uma exigência da maioria dos bancos. O valor da vistoria é uma das taxas imobiliárias no processo de compra do imóvel e varia conforme cada instituição financeira, na Caixa Econômica Federal, por exemplo, o serviço sai por R$ 2,2 mil.

  • Gastos com mudança

Os gastos relacionados à compra de um imóvel não dizem respeito apenas a gastos com impostos. Quem vai comprar uma casa deve ainda considerar outras questões que custam dinheiro, como o transporte dos seus bens para a casa nova, reparos, dentre outros valores.

A compra do imóvel envolve taxas imobiliárias e impostos. O conhecimento sobre eles ajuda a projetar o valor e evita surpresas. Além do corretor que costuma saber sobre os impostos e taxas envolvidas no processo de compra, o tabelião de notas é o profissional que pode dar as informações necessárias para a segurança na aquisição do imóvel, bem como os seus custos.

admin

12 de setembro de 2021 | Dicas de Compra

Conceito ESG

Uma prática EPH

Todo começo de mês traz suas reflexões: quanto você planejou e quanto ainda  vai executar nos próximos 4 meses que encerram o ano? Para nós, planejamento é algo que precisa sair do papel. O conceito ESG, por exemplo, tem ganhado destaque nos últimos anos e tem engajado empresas. ESG é um conjunto de padrões e boas práticas que visa definir se a operação de uma empresa é socialmente consciente. Isso porque construímos hoje o futuro que deixaremos para nossos filhos amanhã. Ter consciência é o primeiro passo, implementar ações por um mundo sustentável é imediato para nós. 

A EPH busca construir empreendimentos mais eficientes, confortáveis e com menor impacto ambiental – que são as consequências naturais da aplicação da metodologia BIM.

BIM é uma ferramenta feita para olhar para além da modelagem 3D em um projeto, com ela temos um enorme potencial para se obter vantagens em termos de sustentabilidade, porque entre outras coisas ela minimiza o desperdício de materiais e resíduos desnecessários. 

A #EPH tem orgulho em construir hoje o seu amanhã.

 

Ler mais navigate_next

24 de agosto de 2021 | Dicas de Compra

EPHDECORA: Vasos suspensos

Chega de furos no teto e paredes

Se você é da turma que se tornou o que mais temia: “um apreciador de plantas” esse post é pra você.

Além de decorar o ambiente, elas têm o poder de renovar as energias da casa. Deixar tudo mais bonito é só uma consequência. 

Porém, quem mora em apartamento sabe que às vezes é difícil encontrar lugar para elas e os furos nas paredes e no teto também podem ser um problema. Por isso, o #EPHDECORA de hoje preparou uma galeria com 7 dicas e idéias em vasos suspensos para garantir que você decore a sua casa sem dificuldades. Confira!

 

Ler mais navigate_next

22 de julho de 2021 | Dicas de Compra

EPH Decora: Cozinha Pequena

É um problema? Claro que não e temos a solução.

Seu sonho não termina na conquista da casa própria, nesse momento ele está começando, e a #EPHDECORA te ajuda com dicas de decoração úteis e práticas para te ajudar. Você sabia que escolher bem os móveis e os objetos que compõem o lar é fundamental para o bem-estar da sua família? Decorar uma cozinha, especialmente as pequenas, é um desafio.

Afinal, o ambiente possui eletrodomésticos que por si só ocupam bastante espaço. Além disso, o cômodo necessita ser muito bem aproveitado, senão fatalmente você sentirá falta de espaço.

A boa notícia é que, com alguns truques simples, é possível ter uma cozinha pequena bonita, organizada e aconchegante. Para isso, é essencial utilizar o espaço como um todo — incluindo o teto.

Se não sabe por onde começar, fique tranquilo! Confira as dicas que a #EPHDECORA preparou pra você. 

 

Ler mais navigate_next